Bebidas alcoólicas


Festas de confraternização, natal, réveillon, festas no fim semana e praia, são ocasiões que sempre oferecem bebidas alcoólicas e dificilmente as pessoas recusam.
As bebidas alcoólicas não oferecem nenhum nutriente ao organismo, apenas calorias, é o que chamamos de calorias vazias. Para cada grama de álcool ingerido, cerca de 7 calorias são contabilizadas. Quanto maior o teor alcoólico, mais calorias terá a bebida.
Para as pessoas que querem perder ou manter o peso e ganhar massa muscular, a bebida alcoólica pode atrapalhar os objetivos. O consumo de bebidas alcoólicas normalmente é acompanhado de aperitivos calóricos, como pasteizinhos, amendoim, porções fritas e preparações gordurosas.
O álcool altera o metabolismo dos lipídeos, favorecendo o acúmulo de gordura visceral, e a combinação com alimentos gordurosos favorece o aumento de peso, especialmente de gordura..
O consumo elevado bebidas alcoólicas causa algumas alterações no organismo, como diminuição da absorção de vitaminas e minerais, isso acontece porque o fígado se ocupa o tempo todo convertendo o álcool em acetato, e as vitaminas e minerais que passam pelo fígado, são eliminados pelo processo de desintoxicação.
Também pode levar a desidratação, afinal as bebidas alcoólicas possuem efeito diurético, por isso dá mais vontade de ir ao banheiro.
Para as pessoas que praticam exercício físico, as conseqüências são ainda maiores, porque além de tudo isso, ainda causa diminuição da testosterona, aumento do cortisol e diminuição da síntese protéica, ou seja, tudo que um esportista não quer: diminuição do rendimento e da massa muscular.
O álcool quando consumido em excesso, por um determinado tempo, também pode causar sérias doenças, como: esteatose hepática (acúmulo de gordura no fígado), hepatite alcoólica e cirrose hepática.
E o vinho?
Existem estudos que afirmam que o consumo diário de uma pequena quantidade de vinho é benéfico à saúde.
O vinho é um alimento funcional, que contém flavonóides, que são substâncias responsáveis pela prevenção de doenças cardiovasculares através de sua ação antioxidante, que age dificultando a formação de placas de gorduras nas paredes das artérias.
Porém todos esses benefícios só são válidos se a quantidade de vinho ingerida for baixa (uma taça pequena/dia). Outro ponto a ser esclarecido, é que em casos de hipertensão e diabetes, esses benefícios não existem, e o álcool poderá ter efeito totalmente maléfico.
            Neste final de ano, atenção ao consumo de bebida alcoólica, se quiser manter sua dieta, não exagere na bebida e nem nas preparações e petiscos gordurosos.

Comentários

  1. Muito bacana essas informações sobre a bebida. Precisamos nos conscientizar. Parabéns mais uma vez. cris

    ResponderExcluir
  2. Parabéns à vcs pelo blog...

    Estão fazendo um ótimo trabalho!

    ResponderExcluir
  3. Carol,

    Parabéns pelo blog!
    Está muito legal!
    Desejo muita sorte para vocês.
    Aproveitando:

    A famosa barriga de cerveja existe ou é um mito?

    Eu não costumo beber, mas tenho vários amigos que exageram no consumo da loira gelada.

    Beijos,

    Nando

    ResponderExcluir

Postar um comentário

Postagens mais visitadas deste blog

Parkinson- Dia Mundial

Troque o Refrigerante por um Suco Natural

Romã e seus (muitos) benefícios