Como Evitar Cãibras Através da Alimentação

A cãibra vem aparentemente do nada, causando uma dor paralisante muito forte, como se fosse arrebentar o músculo. Saiba como acontece e como melhorar o quadro.
Acomete principalmente atletas e esportistas, devido ao desgaste físico. Mas não são só eles os afetados, muitas pessoas que nunca praticaram uma atividade física na vida já tiveram ou têm cãibras.
Para aqueles que praticam atividade física a cãibra pode ser um problema ainda maior, porque devido a sua intensidade pode impedir a prática da atividade naquele dia e, às vezes, nos dias seguintes, devido ao trauma da contração. E se esse dia for um dia de competição, a situação piora ainda mais.
Mas o que é a cãibra? A cãibra é uma contração muscular involuntária intensa de um músculo isolado ou um grupo deles. E são comuns na panturrilha, parte posterior e anterior da coxa, pé, pescoço e abdômen.
A desidratação muitas vezes é a principal causa das cãibras, devido à sudorese, o corpo perde muito líquido, provocando desequilíbrio nos fluidos corporais. Isso interfere no mecanismo de contração do músculo.
O sódio é um mineral importante na iniciação dos sinais nervosos que levam ao movimento muscular. E um déficit desse mineral pode causar cãibras. O consumo de um copo de bebida esportiva, já auxilia na reposição desse mineral. Lembrando que o consumo exagerado de sódio pode levar a hipertensão e problemas renais.
Já os outros minerais, como potássio, cálcio e magnésio, têm concentrações baixas no suor se comparadas ao sódio. E com uma alimentação equilibrada é possível repor os estoques.
Alimentos ricos em magnésio: frutas e hortaliças, grãos e derivados (cevada, granola, farelo de trigo), nozes e sementes (amêndoas, castanhas, soja).
Alimentos ricos em cálcio: leite e derivados
Alimentos ricos em potássio: banana, abacate, aipo, chicória, grão de bico, gérmen de trigo, uva passa.
Outras explicações para as cãibras:
O fígado diminui sua atividade durante o exercício, e com isso a transformação de amônia em uréia é reduzida, acumulando amônia próximo às fibras musculares, e devido a sua toxicidade pode causar as cãibras.  Lembrando que o fígado transforma a amônia em uréia para ser excretado pela urina.
Outra substância que é toxica ao músculo é o ácido lático, resultado do metabolismo dos carboidratos pelos exercícios anaeróbios. A presença de acido lático aumenta a acidez do meio e pode levar as cãibras.
Veja abaixo algumas dicas para evitar as cãibras:
Ø  Manter-se hidratado, consumindo durante todo o dia: água mineral, suco de frutas ou água de coco.
Ø  Se possível evitar medicamentos diuréticos, minimizando a perda de líquidos.
Ø  Beber muito líquido antes, durante e depois da atividade física.
Ø  Repor o sódio durante os exercícios pesados e com transpiração excessiva. (utilizando bebidas esportivas)
Ø  Não eliminar totalmente o sódio da alimentação, lembrando que a falta dele pode causar cãibras, tonturas e desmaios.
Ø  Garantir uma recuperação adequada com descanso, boa alimentação e boa hidratação.
As cãibras também são sinais de outros distúrbios no organismo e deve ser investigado caso persista de forma intensa e freqüente.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Parkinson- Dia Mundial

Troque o Refrigerante por um Suco Natural

Romã e seus (muitos) benefícios