Albumina


A albumina é uma fonte de proteína muito utilizada principalmente entre praticantes de musculação. Mas não são só esportistas que a utilizam, pessoas que necessitam de uma compensação protéica e que não conseguem através da alimentação, também a utilizam. Está presente no sangue, no leite e no ovo. A albumina em pó nada mais é que a clara do ovo desidratada, isso quer dizer sem as quantidades normais de água.

A albumina consumida com fim esportivo é da clara de ovo (ovoalbumina), tem também a albumina do sangue (soroalbumina) e do leite (lactoalbumina).

A albumina tem absorção lenta, diferente da Whey Protein. Por isso, normalmente é consumida antes de dormir, considerando que o organismo ficará no mínimo 8 horas sem nenhum substrato. Há pessoas que substituem o whey pela albumina no pós-treino acrescentando maltodextrina ou dextrose. Fale com uma nutricionista e se informe o que é melhor para o seu caso.

Rica em aminoácidos essenciais, também é composta de aminoácidos essenciais, que estão envolvidos na recuperação muscular, geração de energia, diminuição da fadiga e do catabolismo protéico. Além disso, também é rica em vitaminas do complexo B, potássio, fósforo e ferro.

Em relação ao preço, a albumina é uma opção que tem ótimo custo x benefício, é uma proteína de muita qualidade com um baixo preço.


A albumina pode ser utilizada por:
o   Praticantes de musculação;
o   Fisiculturistas;
o   Maratonistas;
o   Corredores;
o   Triatletas;
o   Jogadores de futebol, vôlei, tênis e basquete;
o   Levantadores de peso;
o   Pessoas com alergia a lactose.

Funções da albumina:

·         Mantém a pressão osmótica equilibrada;
·         Transporte de ácidos graxos livres;
·         Transporte de hormônios da tireóide;
·         Controle do pH sangüíneo;
·         Faz o transporte da bilirrubina não-conjugada;
·         Transporta os hormônios lipossolúveis (solúveis em gorduras);
·         Ganho de massa magra;


Mas há alguns pontos negativos no consumo da albumina:

Sabor e solubilidade: a maioria das pessoas não gosta do sabor, e a solução é misturar com um suco ou outra bebida. A solubilidade também não é boa, para resolver esse problema só batendo no liquidificador.

Teor de sódio: na albumina é alto, tendo cerca de 350-400mg por 30g de produto (quantidade normalmente ingerida). Para aqueles que por praticidade consome de 2 a 3 vezes por dia chega a consumir mais de 1g por dia. E já falamos dos malefícios do consumo exagerado de sódio

Flatulência: muitos consumidores de albumina se queixam de flatulência. Esse desconforto não está ligado somente com o consumo da albumina, mas ao consumo protéico geral. E também ao consumo de outros alimentos que fermentam no intestino, como a batata doce.

Lembrem-se para obter resultados com a suplementação, seja qual for o suplemento, é necessário manter uma alimentação balanceada e uma rotina de exercícios físicos.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Parkinson- Dia Mundial

Troque o Refrigerante por um Suco Natural

Romã e seus (muitos) benefícios