Saiba Mais Sobre a Quinoa


A quinoa (Chenopodium quinoa) é um pseudo-cereal, consumido na forma de grão ou farinha, que ganhou atenção internacional devido ao seu alto valor nutricional. Os grãos devem ser lavados antes de consumidos para a retirada das saponinas, que ficam na camada externa da semente. As saponinas dão um sabor amargo aos grãos e têm efeitos antinutricionais que ainda não foram totalmente elucidados, porém sabe-se que podem ser tóxicas se ingeridas em grandes quantidades. O principal constituinte da quinoa é o amido (58%), mas o que mais chama atenção em sua composição nutricional são os 12-15% de proteínas de alta qualidade, compostas de aminoácidos essenciais e não essenciais (conteúdo protéico mais elevado do que os demais cereais). As sementes também são ricas em minerais como potássio, cálcio, magnésio, fósforo, ferro, enxofre e zinco.
Seu alto conteúdo de fibras alimentares (8,9%, sendo 1,2% solúveis e 7,7% insolúveis) possui efeito positivo para a saúde, como por exemplo a redução dos níveis de colesterol sanguíneo e melhora do funcionamento intestinal. Contém vitaminas como a B1, B2, Niacina, Vitamina E, decorrente disso, alguns estudos indicam que a quinoa tem propriedades antioxidantes.
Seu teor de gordura é superior ao dos cereais, no entanto, grande parte são ácido graxos essenciais, sendo aproximadamente 60% de linoléico (ômega 6) e linolênico (ômega 3), tipo de gordura importante para o funcionamento do nosso organismo, assim como no auxilio da redução do colesterol total e LDL. Essa composição é similiar a da soja, porém a quinoa apresenta uma vantagem quando se compara o óleo derivado de ambos, pois o óleo da quinoa é quimicamente mais estável, sendo assim, é menos suscetível a oxidação e conseqüentemente à rancificação (SPEHAR, 2006).
Estudos clínicos mostram que a quinoa traz benefícios à saúde humana também para a melhora da resposta imune, da inflamação, de lesões do tecido conjuntivo e de artrite reumatóide. Serve, ainda, de substituto de drogas antiinflamatórias, favorecendo aqueles que necessitam perder peso. É também boa alternativa para a alimentação dos celíacos, por ser isenta de glúten, mas não para quem tem Fenilcetonúria, pois contem o aminoácido essencial fenilalanina.
No Brasil, os tipos mais consumidos são: branca, vermelha e preta.  O grão branco é o mais comumente consumido, principalmente na própria forma de grão, ou floco ou mesmo como farinha. Existem diversos tipos de grão de quinoa, entre os quais pode haver pequenas variações em sua composição química, de acordo com o tipo e local de cultivo. No entanto, estudos indicam que, de forma geral, a quinoa real branca apresenta uma composição ligeiramente mais completa.
 Deste modo, podem estar presentes em saladas, compondo pratos em substituição aos cereais, sopas, molhos, papas, minguais, pudins, pães, panquecas, biscoitos entre outros. Além disso, já é possível encontrar produtos à base de quinoa, como macarrão de diversos formatos e barras de cereais.

Sugestão de receitas. Para Quinoa em grão

RISOTO DE QUINOA COM TOMATE E QUEIJO BRANCO

Ingredientes

350gr de Quinoa

1 Cebola

4 Tomates

200 ml vinho branco

600 ml caldo de vegetais

250gr de espinafre

Modo de Preparo:

Cortar a cebola em fatias finas e refogá-las em água até ficarem transparentes. Juntar a QUINUA e esquentar até que os grãos absorvam todo o líquido. Juntar os tomates descascados e picados, juntar o vinho e cozinhar em temperatura media até que a QUINOA absorva todo o liquido. Juntar o caldo de vegetais aos poucos e cozinhar em fogo baixo. Lavar o espinafre e juntar com alho, cozinhar suavemente até que o líquido evapore. Juntar o espinafre com o risoto de QUINOA Temperar com sal, pimenta e noz moscada. 150gr de queijo branco ou queijo de cabra ralado ou parmesão de boa qualidade, salpicar no risoto pronto e servir.



Já a Quinoa em flocos pode ser utilizada com frutas, na salada de fruta ou em sopas.

Na forma de farinha pode ser usada no preparo de bolos, tortas, massas, pães caseiros.

Comentários

  1. Parce bem bom esse risoto.

    Ja coloquei no lugar do couscous marroquino, ficou muito bom também.

    Bjs pra vcs !!

    ResponderExcluir
  2. Que legal...gostamos de saber que estão tentando, experimentando e gostando. Se tiverem algumas receitas e quiserem divulgar escrevam nos comentários.
    Bjus

    ResponderExcluir

Postar um comentário

Postagens mais visitadas deste blog

Parkinson- Dia Mundial

Troque o Refrigerante por um Suco Natural

Romã e seus (muitos) benefícios