Panetone ou Chocotone; qual seu preferido?



Chegando a época do ano em que começam festas, confraternizações, exageros  nos comes e bebes e um item que não pode faltar é o Panetone ou Chocotone são deliciosos e Calóricos. Até mesmo as versões mais leves podem engordar o seu cardápio diário.
A mais famosa lenda sobre a criação do panetone
A história se inicia no século XV quando um jovem, morador da cidade de Milão, apaixona-se pela filha de um padeiro. Buscando uma maneira de surpreender o pai da moça, que não aceitava o namoro, ele se disfarça de ajudante de padeiro e cria um pão doce. O pão tornou-se destaque na padaria pelo seu tamanho incomum para a época e por apresentar, no seu ápice, a figura moldada de uma cúpula de igreja.
O jovem criador desta deliciosa receita, hoje apreciada por pessoas de diversos países, atribuiu à autoria da receita a Toni, o pai da moça. O movimento da padaria cresceu significativamente e os clientes pediam pelo "pão de toni". O nome deste pão doce sofreu algumas modificações, até ser denominado como atualmente: panetone.
Não se sabe se esta lenda é verídica ou não, no entanto, a autêntica receita do panetone aprimorou-se pelos séculos, através de novas técnicas de preparação e melhoria das matérias primas utilizadas. Milão, cidade localizada ao Norte da Itália, foi a grande irradiadora da tradição de consumir panetones nas festas natalinas, a qual se estendeu para as cidades do sul da Itália e alastrou-se para os demais países do mundo.
O panetone deve ser consumido com moderação. Essa é a conclusão da Pro Teste – Associação de Consumidores entidade que avaliou 14 marcas do produto, em embalagens de 400 e 500 gramas. Segundo dados colhidos nos testes, em uma fatia de panetone o valor de açúcar é, em média, três vezes maior do que o recomendado para um lanche. Número que serve de alerta. Vale lembrar que o consumo excessivo de açúcar está associado ao risco de doenças como a obesidade. A avaliação constatou, ainda, que uma pequena fatia de panetone (80 g) apresenta 271 kcal.
As frutas cristalizadas, que são ingredientes típicos do panetone, contêm muito açúcar, devido ao processo de fabricação e a técnicas de conservação; portanto, elas são mais calóricas do que as frutas naturais.
A maioria dos chocotones de 16 marcas avaliadas pela Pro Teste teve excesso de açúcar e gorduras. Para a avaliação, a entidade considerou os nutrientes de um lanche da tarde, que deve conter 15% do total diário, em uma dieta. Com relação a gorduras, os produtos considerados ruins tinham mais do que 9 g  em uma fatia de 80 g, em um lanche, é indicado ingerir até 8,25 g. A mesma fatia de 80g apresenta 317 kcal.
As gotas de chocolate contidas no chocotone fornecem maior valor energético, se comparadas com as frutas secas e cristalizadas do panetone.  O sorvete, utilizado como recheio do sorvetone, nem se fala.
Com base nesses dados,  verificou -se que o valor calórico dos panetones e chocotones, estão no limite recomendado para uma dieta saudável. A qualidade dos nutrientes, no entanto, deixa a desejar.
Hoje no mercado existem variações de panetone: sorvetone, trufado em vários sabores, de gianduia, doce de leite, leite condensado, com cobertura, com brigadeiro rosa, light, diet, sem glúten, sem lactose; De qualquer maneira não queremos proibir o consumo e sim aconselhar o bom senso na hora de consumir, pois quem não quer ganhar uns quilinhos a mais na balança ou sair da educação alimentar, deve ter atenção já que é um alimento calórico e nessa época do ano o consumo é maior  também de frutas oleaginosas, cristalizadas, frutas secas em preparações, o que faz aumentar o valor calórico das refeições.

Aproveitem com moderação.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Parkinson- Dia Mundial

Troque o Refrigerante por um Suco Natural

Romã e seus (muitos) benefícios