Mantenha unhas fortes com ajuda da alimentação.



Deixar as unhas lindas e bem cuidadas é a preocupação que a maioria das mulheres têm, mas nem sempre é uma tarefa fácil.

 Para quem costuma sofrer com a quebra constante é importante saber o motivo pelo qual isso está ocorrendo. Composta basicamente de queratina, o seu enfraquecimento pode estar relacionado a diversos fatores, como: lavar a louça sem luvas, uso de esmalte inadequado, alergia a algum produto, falta de nutrientes entre outros.

Essa deficiência geralmente acontece pela falta de uma alimentação balanceada, o que faz com que os nutrientes responsáveis por te deixar linda (e saudável) não sejam consumidos em quantidade suficiente. é importante lembrar que dietas muito restritivas contribuem também para que elas fiquem fracas e quebradiças. 

O nosso organismo sofre com a falta de nutrientes e os primeiros sinais de alerta costumam aparecer nas unhas e cabelos.

Veja alguns sinais que geralmente identificam a deficiência e saiba como evitá-la:

- Listras nas unhas - indica falta de vitamina B (ovos, carnes, aves e leite)

- Unhas secas e quebradiças - falta de cálcio (leite e derivados, peixes, vegetais de folha verde escura) e vitamina A (Beterraba, cenoura, tomate, abóbora, caju, mamão).

- Unhas com coloração acizentada e descamação intensa ao redor das unhas - falta de zinco (nozes, frutos do mar, carne vermelha, aves e gérmen de trigo).

Para ter unhas fortes - invista em alimentos que tenham biotina (encontrada em peixes de água salgada, gema cozida e grãos integrais) e as demais vitaminas do complexo B juntamente com aminoácidos, além das vitaminas C (encontrada na laranja, limão, morango, goiaba), e E (presente em vegetais de folhas verde escura, oleaginosas, grãos integrais). Eles auxiliam o corpo a produzir queratina, aumentando a proteção.


Analise sua alimentação e veja se está comendo diariamente esses alimentos, se perceber que pode ser esse o motivo das suas unhas estarem fracas, inclua-os em seu cardápio e garanta mais saúde e beleza para elas. Se o problema persistir consulte um nutricionista para uma avaliação mais específica ou um dermatologista para averiguar possíveis doenças.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Parkinson- Dia Mundial

Troque o Refrigerante por um Suco Natural

Romã e seus (muitos) benefícios